Publicidade

Conheça o Wi-Fi de Energia: Carregador Recarrega o Aparelho a 3 Metros de Distância

A tecnologia da Motorola aceita até quatro aparelhos ao mesmo tempo

Na história dos carregadores portáteis, primeiro vieram os carregadores com fio. Depois, a indústria elaborou carregadores por indução. Porém, na última quarta (08), a Motorola deu um passo além.

Afinal, ao apresentar a nova geração dos carregadores que abastecem a bateria de celulares a até 3 metros de distância, a energia praticamente está no ar!

Afinal, o envio de energia ocorre sem qualquer tipo de fio ligando o aparelho ao carregador.

Publicidade

Para mostrar a usabilidade do carregador, uma demonstração em vídeo da tecnologia em operação foi compartilhada pelo fabricante na rede social Weibo que apresenta a evolução da ideia.

De acordo com a empresa, que já havia demonstrado projeto parecido na CES 2021, a feira de eletrônicos de Las Vegas, mas numa versão menos poderosa, esse é um protótipo que já evoluiu muito desde o início.

A tecnologia de carregamento sem fio criada pela Motorola no protótipo que foi apresentado é parecida com soluções similares de outro fabrincante, a Xiaomi e Oppo, que também desenvolveram.

Publicidade

Como funciona Essa Tecnologia

Afinal, o carregador funciona com uma tecnologia que se assemelha à forma como redes de comunicação sem fio como o Wi-Fi e o Bluetooth.

Carregador Recarrega o Aparelho a 3 Metros de Distância (Fonte: Google)

Porém, em vez de trocar informações, a nova tecnologia permite que o aparelho absorva a energia e recarregue a carga da bateria.

Ainda de acordo com a Motorola, o acessório pode enviar essa energia para aparelhos que estejam dentro de um cone de 100 graus da base, e tendo como limite até 3 aparelhos de forma simultânea.

Assim, caso você tenha carregador do tipo e um celulares compatível, poderia fazer a recarga automaticamente sempre que entrasse dentro da área de cobertura oferecida pelo carregador que atualmente é de até 3 metros de distância e dentro dos 100 graus estimados pela marca.

No entanto, apesar das demonstrações da tecnologia, vale ressaltar que ainda há algumas questões em aberto para que se torne viável comercialmente, como:

O protótipo conta com uma série de limitações referentes ao que entidades reguladoras.

Publicidade

Ou seja, elas se estabelecem para transmissão de energia sem fio em diferentes mercados.

Além disso, o uso de um indutor de carga desse tipo sempre será a forma mais ineficiente de recarregar a bateria do seu celular.

Curiosidades A Respeito

Outro fator que também pode complicar a popularização da tecnologia é a existência de diferentes padrões que não oferecem compatibilidade entre si, ou seja, aparelhos que apesar de estarem próximos não compactuam da mesma tecnologia, e não falam a mesma língua.

Assim, mesmo estando próximos, muitos aparelhos não conseguiriam acessar a recarga.

Afinal, isso ocorre porque, ao contrário de algo como o Bluetooth, que simplesmente funciona independentemente da marca e tipo de dispositivo, a tecnologia de transmissão de energia sem fio hoje é desenvolvida de forma específica por cada fabricante e cada qual utiliza uma solução incompatível com as demais.

Ainda assim, ao falar do desenvolvimento de novas tecnologias pelo mercado de aparelhos de celulares é de deixar os amantes hi tech ainda mais empolgados.

Resta saber quando será desenvolvido a integração entre os aparelhos para que assim, a tecnologia possa ser comercializada de forma mais sustentável para clientes e fabricantes.

Continue nos acompanhando!